Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página

PPGEMAT Disciplinas

Publicado: Quinta, 02 de Junho de 2016, 11h46 | Última atualização em Terça, 07 de Junho de 2016, 15h52 | Acessos: 1658

 

DISCIPLINAS

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

  1. TÉCNICAS DE CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS

Número de créditos: 4 Obrigatória: SIM.

EMENTA: Técnicas metalográficas: preparação de corpos de prova-polimento e ataque; microscopia ótica; métodos de interferência. Noções de Microscopia Eletrônica de Varredura de Transmissão. Aços e ferros fundidos e ligas não-ferrosas. Espectrografia de massa. Absorção e emissão atômicas. Fluorescência de raios x. Microssonda. Calorimetria.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: TÉCNICAS DE CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS

 

  1. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

Número de créditos: 3          Obrigatória: SIM.

Ementa: Estrutura do trabalho científico. Conceituação de conhecimento. Tipos de conhecimento. Ciência. Ciência e sociedade. Método científico. Conceituação de pesquisa. Tipos de pesquisa. Metodologia da pesquisa. Projeto de pesquisa. Elaboração de artigo técnico-científico. Elaboração de relatório descritivo de patentes. Relatório de pesquisa. Fichamento. Pesquisa acervo físico e virtual: títulos, base de dados, periódicos, patentes, sites de busca. Normas técnicas para formatação de trabalhos. Dissertação de Mestrado. Tese de Doutorado.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASMETODOLOGIA DA PESQUISA CIENTIFICA E TECNOLÓGICA

 

  1. CIÊNCIAS DOS MATERIAIS

Número de créditos: 4 Obrigatória: SIM.

Ementa: Ciência dos Materiais. Ligações Químicas. Arranjos atômicos. Cristalografia e Difração de Raios-X. Imperfeições Estruturais. Microestrutura. Difusão. Diagramas de Fases. Crescimento de Cristais. Estrutura e Propriedades dos Materiais Poliméricos. Estrutura e Propriedades dos Materiais Cerâmicos. Estrutura e Propriedades dos Materiais Compósitos. Propriedades Eletrônicas dos Materiais. Propriedades Térmicas dos Materiais. Propriedades Ópticas dos Materiais.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: CIÊNCIAS DOS MATERIAIS

 

  • DISCIPLINAS OPTATIVAS

       INTRODUÇÃO À PROPRIEDADE INTELECTUAL

Número de créditos: 3          Obrigatória: NÃO.

Ementa: Introdução a PI. Evolução Histórica. Marcos legais e acordos internacionais. Estatísticas. Atribuições do INPI. Propriedade intelectual: direito autoral; propriedade industrial; indicação geográfica; marcas. Legislação brasileira. Sistema de patentes. Patentes de invenção. Patentes de modelos de utilidade. Desenho industrial. Cultivar. Noções de propriedade intelectual nas engenharias e na tecnologia da informação e comunicação, e no agronegócio, entre outras.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: INTRODUÇÃO À PROPRIEDADE INTELECTUAL

 

  1. PLANEJAMENTO ESTATISTICO E EXPERIMENTAL

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Fundamentos de estatística: variáveis, populações e amostras. Inferência estatística: teste de hipóteses e Intervalo de confiança. Análise de variância. Planejamento fatorial de experimentos: planejamento fatorial completo, planejamentos fatoriais fracionados, planejamentos saturados. Modelagem Estatística. Metodologia de Superfícies de Resposta: planejamento composto central. Seleção de variáveis: planejamentos de Plackett & Burman. Estudo de casos: aplicações em processos e formulação de produtos.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASPLANEJAMENTO ESTATISTICO E EXPERIMENTAL

 

  1. CORROSÃO

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Introdução: Aspectos Gerais e Importância da Corrosão. Fundamentos da Corrosão Eletroquímica. Aspectos Termodinâmicos e Cinéticos. Passivação de Metais. Oxidação em Altas Temperaturas. Tipos de Corrosão. Curvas de Polarização: Obtenção e Interpretação. Técnicas de Avaliação da Corrosão. Corrosão Associada a Esforços Mecânicos. Corrosão de materiais Especiais. Critérios de Proteção.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: CORROSÃO

 

METALÚRGIA FÍSICA

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Precipitação. Transformação de fases. Soluções Sólidas. Termodinâmica e Diagrama de Fases. A Cinética de Transformação de Fase. Difusão. Nucleação Homogênea em Sólidos. Nucleação Heterogênea. Taxa de Nucleação Heterogênea. Recuperação e Recristalização. Energia Armazenada. Cinética da Recuperação. Cinética da Recristalização. Precipitação. Envelhecimento. Transformação Adifusional. Teoria de Nucleação e Crescimento da Martensita. Efeito de Tensões Externas. Cinética de Transformação. Estudos de Casos. Diagrama TTT. Precipitação em Ligas Al-Cu.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASMETALÚRGIA FÍSICA

 

  1. TRATAMENTO TÉRMICO DOS METAIS

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

Ementa: Tratamentos Térmicos: Recozimento definição ampla; Normalização; Coalescimento; Tempera; Revenido; Tratamentos termoquímicos (Cementação, Carbonitretação, Boretação, Nitretação a gás sal e plasma; Equipamentos Industriais. Estabilidade Dimensional e Efeito dos Tratamentos Térmicos nas Tensões Residuais. Falhas Típicas de Tratamentos Térmicos.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: TRATAMENTO TÉRMICO DOS METAIS

 

  1. ENGENHARIA ECONÔMICA

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: O problema do orçamento de capital, Juros e equivalência de capitais; Estimativa de fluxos de caixa; Projetos independentes e projetos mutuamente excludentes; Análise com base no Valor Presente Líquido; Taxa Interna de Retorno; Outros métodos determinísticos de análise; Problemas de Substituição e Baixa de equipamentos. Racionamento de Capital. Análise sob condições de incerteza e risco. A escolha da taxa de desconto apropriada. Métodos multicritérios de tomada de decisão.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ENGENHARIA ECONÔMICA

 

  1. CONFORMAÇÃO MECÂNICA DOS METAIS

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 

Ementa: Elasticidade e Plasticidade: Teoria da deformação dos corpos rígidos, relacionamento dúctil-frágil, deformação em tração de metal dúctil, relações tensão-deformação para comportamento elástico e plástico, círculo de Mohr para os diferentes estados de tensões Critérios de escoamento da plasticidade (Tresca, Von Misses e Drucker-Prager), endurecimento, tensão plana versus deformação plana. Aspectos gerais da conformação plástica: Conformabilidade, lubrificação/atrito em conformação, tensão residual em conformados, modos básicos de deformação. Manufatura por estampagem de chapas: Corte de chapas, dobramento de chapas, noções de embutimento, estiramento e deformação em EPD de chapas. Caracterização de chapa metálica: Testes relativos às propriedades mecânicas fundamentais (tensões de escoamento, resistência e ruptura, alongamento uniforme, coeficiente de encruamento (n), coeficiente de resistência (k), coeficiente de sensibilidade a taxa de deformação (m) e coeficiente de anisotropia (R de Lankfod e DR), testes simulativos práticos os quais visam simular em laboratório as deformações que o material sofrerá em escala industrial (ensaios de Erichsen, Olsen, Swift e Fukui ) e testes de avaliação da severidade de deformação onde se compara as curvas limite de conformação realizadas em laboratório com os resultados obtidos por experiências em escala industrial (Diagrama DLC e curva CLC). Normas NBR de chapas metálicas: Avaliação das normas mais utilizadas no mercado Automotivo; Novas tendências de aços para estampagem; Tipos de aços hoje produzidos para o mercado Automobilístico. Influência das propriedades mecânicas do material na conformabilidade: Efeito do valor de R, n, K, alongamento total, tensão de escoamento e tensão de ruptura na estampagem. Ocorrência de fratura na parede (Wall Breakage) e envelhecimento por deformação.Relação entre conformabilidade e as várias condições de conformação na prensa.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: CONFORMAÇÃO MECÂNICA DOS METAIS

 

  1. SOLIDIFICAÇÕES DE METAIS E LIGAS

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

Ementa: Nucleação e Crescimento; Transferência de Calor na Solidificação; Análise Matemática na Solidificação;Aspectos Microscópicos da Interface Sólido-Líquido; Crescimento Plano e Instabilidades Morfológicas; Crescimento Celular e Dendrítico; Macro e Microssegregação.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: SOLIDIFICAÇÕES DE METAIS E LIGAS

 

  1. TECNOLOGIA DOS MATERIAIS POLIMÉRICOS

 Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Estrutura Molecular. Propriedades Termodinâmicas de Soluções Poliméricas. Difusão em Sistemas Poliméricos. Transformações em Polímeros. Propriedades Térmicas. Propriedades Mecânicas. Propriedades Elétricas. Princípios Processos de Transformações de Polímeros. Reologia de Processamento de Termoplásticos. Processos de Transformações de Termoplásticos. Estruturação no Processamento de Termoplásticos. Processos de Transformação de Termofixos. Processos de Composição e Mistura. Vulcanização e Processamento de Elastômeros.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASTecnologia dos materiais poliméricos

 

  1. TECNOLOGIA DE SOLDAGEM

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Processos de União de Materiais; Terminologia de Soldagem, Introdução aos Processos de Soldagem, Introdução à Física da Soldagem; Fontes de Energia para Soldagem; Fluxo de calor em Soldagem; Efeitos Mecânicos do Ciclo Térmico; Influências Metalúrgicas no Metal Fundido; Influências Metalúrgicas no Metal Base e Metal Solidificado; Fissuração em Juntas Soldadas; Descontinuidades em Juntas Soldadas; Soldagem dos Metais; Normas e Qualificação em Soldagem; Distorções e tensões residuais. Metalurgia da soldagem. Fratura. Soldabilidade. Inspeção e controle de qualidade.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASTECNOLOGIA DE SOLDAGEM

 

  1. MECÂNICA DA FRATURA

Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 

Ementa: Conceitos Gerais Sobre Fratura. Concentradores de Tensão. Mecânica de Fratura em Regime Linear Elástico. Ensaios de Tenacidade à Fratura (KIc). Mecânica de Fratura em Regime Elasto-Plástico. Mecânica de Fratura Aplicada à Fadiga.

 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: MECÂNICA DA FRATURA

 

  1. TECNOLOGIA DOS MATERIAIS CERÂMICOS

 Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Estrutura Cristalina. Termodinâmica. Diagramas de Equilíbrio. Mobilidade Atômica. Reações Químicas. Sinterização. Propriedades de Materiais Cerâmicos. Produção e Caracterização de Pós. Processos de Conformação. Sinterização. Acabamento Superficial.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASTECNOLOGIA DOS MATERIAIS CERÂMICOS

 

  1. TRATAMENTO DE MINERIOS

 Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Tratamento de minérios no contexto da Engenharia Mineral. Balanços de massa e metalurgico. Fragmentação (britagem e moagem) e separação por tamanho (peneiramento e classificação): equipamentos e circuitos. Métodos físicos de concentração: flotação, gravíticos, magnéticos e eletrostáticos. Separação sólido/liquido: espessamento, filtragem e secagem.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: TRATAMENTO DE MINERIOS

 

 MATERIAIS COMPÓSITOS

 Número de créditos: 4 Obrigatória: NÃO.

 Ementa: Definição e classificação de materiais compósitos. Revisão da teoria da elasticidade para materiais anisotrópicos, ortotrópicos e isotrópicos. Comportamento macromecânico. Compósitos laminados. Analise de estruturas laminadas. Critérios de falha. Modos de falha.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICASMATERIAIS COMPÓSITOS

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página