Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Cursos > Cursos > Licenciatura Plena em Matemática
Início do conteúdo da página
Cursos

Licenciatura Plena em Matemática

 
1.JUSTIFICATIVA

A carência de docentes para lecionar Matemática no Ensino Médio impôs ao Ministério da Educação, através da Lei 11.892, de 29 de dezembro de 2008, a necessidade de buscar alternativas, com o objetivo de minimizar os prejuízos causados pela ausência dos mesmos na formação dos alunos das redes municipais e estaduais de ensino. O Ministério da Educação, em apoio aos Estados quanto ao enfrentamento da carência de professores nas escolas do Ensino Médio, propôs algumas ações que têm o intuito de atender às diferentes necessidades regionais. Entre essas, está a oferta pelos Institutos Federais de cursos de Licenciatura nas áreas de maior demanda de professores.

 

Visando a uma melhoria global do nível da Educação no Brasil, a atual LDB veio preconizar um maior investimento na Educação Básica. No entanto, para que haja um efetivo desenvolvimento tanto no Ensino Fundamental, quanto no Ensino Médio, torna-se necessária a presença de um profissional de ensino qualificado e competente, notoriamente habilitado na Área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Um professor, devidamente habilitado, deve sair de um Curso de Licenciatura com uma formação profissional nos âmbitos ético, social e crítico, que possa conduzi-lo a atividades intelectuais que produzam um conjunto de conhecimentos a serem efetivamente utilizados pelos alunos, ou seja, que possa levar os estudantes a uma posição crítica, inquiridora e reflexiva de sua realidade social, política, filosófica e educacional.
Assim, devido ao quadro de deficiências na formação de base dos alunos, e também ao público a quem o curso de matemática se destina (alunos que trabalham e estudam), tem se definido um quadro em que costumeiramente não há um quantitativo expressivo de produção acadêmica em andamento. Percebe-se, no entanto, que há um enorme potencial para essa produção nesse alunado, desde que eles sejam instrumentalizados para retratar e atuar em suas realidades escolares cotidianas através de suas pesquisas.
Este projeto para o curso de licenciatura em matemática se justifica por razões sociais e acadêmicas. A justificativa social se deve ao fato da Matemática ser uma ciência básica, de importância vital para o embasamento de vastas áreas do conhecimento humano. Na região metropolitana de Belém, essa característica pode ser observada na economia belenense que é baseada primordialmente nas atividades do comércio, serviços e turismo. Não menos importante, também é desenvolvida a atividade industrial com grande número de indústrias alimentícias, navais, metalúrgicas, pesqueiras, químicas e madeireiras. Tal fato reflete-se na composição curricular de todas as escolas públicas e privadas do Ensino Fundamental e Médio na grande Belém, destacando-lhe uma ampla carga horária em todos os níveis de ensino. Portanto havendo a necessidade de formação de profissionais em Matemática para instruir conhecimentos básicos de Matemática a população economicamente ativa da região.
Já em termos acadêmicos, há necessidade de presar pela identidade do IFPA, descrito no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), ou seja, ter a finalidade de realizar pesquisas aplicadas para estimular o desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas, de modo a estender seus benefícios à comunidade. Assim, primeiro procurar-se-á incutir um espírito pesquisador em jovens ingressantes que procuram trilhar novos caminhos assim como em profissionais já acostumados a lidar com educação que ingressarão no curso. Uma consequência importante é o engajamento em pesquisas existentes em outras áreas ou que darão início na própria área de matemática, educação matemática e afins.
Para diminuir as necessidades acima explicitadas, o curso de Licenciatura em Matemática tem como atribuição central a docência na educação básica, que requer: sólidos conhecimentos sobre os fundamentos da Matemática, sobre seu desenvolvimento histórico, suas relações com diversas áreas de conhecimento e ainda viabilizar fundamentação teórica para que o egresso tenha base para prosseguir estudos em nível de pós-graduação.
Portanto, investir na formação de professores como forma de mudar o quadro atual da qualidade da educação brasileira e igualar o Brasil no patamar do PISA, sigla do Programme for International Student Assessment, que em português, foi traduzido como Programa Internacional de Avaliação de Alunos é um programa internacional de avaliação comparada, aplicado a estudantes da 7ª série em diante, na faixa dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países, aos países desenvolvidos é a meta do IFPA – campus Belém, a partir do Curso de Matemática – Licenciatura.

 

2.OBJETIVOS
 
Objetivo Geral
Oferecer uma formação sólida em matemática no sentido de instrumentalizar os estudantes com conceitos e formas de pensar que os capacitem para atuarem ativamente em contextos diversos encontrados em seu cotidiano, sala de aula, cenários acadêmicos, etc. Esse instrumental compõe-se de uma bagagem significativa em termos de aptidões didáticas, de forma que o profissional egresso consiga atuar, por exemplo, tanto na rede pública quanto na particular como elemento diferencial para um salto qualitativo dos estudantes de ensino fundamental e médio.
Objetivos Específicos
· Propiciar formação matemática e didática aos licenciandos para que consigam interagir de forma eficiente com as situações provenientes das realidades socioculturais da região;
· Fomentar modalidade de atividade de pesquisas na área de matemática e educação matemática, por meio de uma formação matemática sólida de nível superior;
· Oportunizar espaços de reflexão e de criação coletivas, proporcionando a formação continuada de docentes na interação com seus pares e estimulando a utilização de metodologias pedagógicas voltadas para o desenvolvimento de projetos.
· Proporcionar cursos de extensão que auxiliem na formação dos profissionais já atuantes na educação básica, através do conhecimento aprofundado da matemática ensinada na educação básica.
· Contribuir para a melhoria da Educação Básica, por meio do desenvolvimento de competências próprias à atividade docente, que ultrapassem o conhecimento científico e avancem para a formação de competências profissionais de caráter pedagógico, referentes ao conhecimento de processos de investigação e reflexão sobre a prática cotidiana.
3.REGIME LETIVO

 

O Curso Superior de Licenciatura em Matemática será composto por seis períodos. O Período é o intervalo de tempo de um semestre de no mínimo 100 dias letivos de atividade de ensino, contendo o mínimo de 400h para que as Unidades Curriculares do módulo de ensino possam ser trabalhadas a desenvolver competências. O Módulo de Ensino é o conjunto de unidades curriculares em que se desenvolverão as competências e avaliações através de estratégias pedagógicas. As Unidades Curriculares é o conjunto de habilidades que serão desenvolvidas ao longo de um período de um semestre letivo.

 

4.PERFIL DO CURSO

Nome do curso: Licenciatura em Matemática

Área do Conhecimento: Ensino de Ciências e Matemática
Forma de oferta: Presencial
Regime de Matrícula: Por Créditos
Periodicidade letiva: Semestral
Oferta anual de vagas: 40 vagas
Turno de Funcionamento: vespertino eNoturno
O curso de Matemática - Licenciatura do IFPA está orientado sob fundamentos teóricos e metodológicos visando efetivar a tríade: ensino, pesquisa e extensão; objetivando formar profissionais qualificados para atuarem na Educação Básica e em outros espaços educativos, formais ou informais, bem como capazes de prosseguirem seus estudos na pós–graduação. Espera-se ainda possibilitar a formação de cidadãos com embasamento teórico-metodológico, visando à construção de aprendizagens significativas, instrumentalizando o futuro professor para posicionar-se de maneira crítica, criativa, responsável, construtiva e autônoma no processo escolar e social.
A estrutura curricular do Curso de Licenciatura em Matemática observa as determinações legais presentes na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN nº. 9.394/96), nos Pareceres CNE/CP nº 09/2001, nº 27/2001 e nº 28/2001, nas Resoluções CNE/CP nº 01/2002 e nº 02/2002, nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Licenciatura em Matemática, bem como nos Referenciais Curriculares Nacionais dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura de 2010 que norteiam as instituições formadoras, definem o perfil, a atuação e os requisitos básicos necessários à formação profissional de Matemática, quando estabelece competências e habilidades, conteúdos curriculares, estágios e atividades complementares, e no Projeto Político-Pedagógico do IFPA.
A matriz curricular do curso está organizada por disciplinas em regime semestral, distribuídas em três núcleos de organização dos conteúdos: específico, complementar e didático-pedagógico: O Núcleo Específico compreende os conhecimentos da Matemática, necessários à formação do Matemático-educador. O Núcleo Complementar contempla conteúdos de outras áreas de conhecimentos afins e objetiva ampliar a formação do profissional de Matemática em relação a Transversalidade, interdisciplinaridade, Contextualização e integração de áreas em projetos de ensino. O Núcleo Didático-Pedagógico integra fundamentos filosóficos, sociopolíticos, econômicos e psicológicos da educação, além da didática necessária à formação do professor de Matemática subsidiando-o a realizar o processo da simetria invertida e transposição didática.
Assim, dentre os princípios e as diretrizes que fundamentam o Curso, destacam-se: estética da sensibilidade; política da igualdade; ética da identidade; inter e transdisciplinaridade; contextualização; flexibilidade e intersubjetividade. Esses são princípios de bases filosóficas e epistemológicas que dão suporte a Estrutura Curricular do curso e, consequentemente, fornecem os elementos imprescindíveis à definição do perfil do Licenciado em Matemática.
Além dos núcleos de organização dos conteúdos, compõe a matriz, uma carga horária para a Prática como Componente Curricular que compreende a disciplina Vivência na Prática Educativa, o Estágio Curricular Supervisionado e as Atividades Acadêmico-Científico-Culturais, totalizando uma carga horária de 3220 horas.

 

5.PERFIL DO EGRESSO

O Licenciado em Matemática é o professor que planeja, organiza e desenvolve atividades e materiais relativos ao Ensino de Matemática. Sua atribuição central é a docência na Educação Básica, que requer sólidos conhecimentos dentre estes:

 
  • Detentor de fundamentação teórica que inclua o conhecimento profundo da diversidade dos fenômenos naturais e sua aplicabilidade em situações do cotidiano;
  • Apto a atuar com multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade, adaptável à dinâmica do mercado de trabalho e às situações de mudança contínua do mesmo;
  • Preparado para desenvolver ideias inovadoras e ações estratégicas, capazes de ampliar e aperfeiçoar sua área de atuação.
  • Problematizar juntamente com os alunos os fenômenos sociais, relacionados com os processos de construção do conhecimento no âmbito do conhecimento matemático e de suas inter-relações com outras áreas do conhecimento;
  • Organizar o conhecimento, adequando-o ao processo de ensino-aprendizagem em Matemática nos diferentes níveis de ensino;
  • Dominar os conteúdos básicos que são objetos de aprendizagem nos ensinos Fundamental e Médio;
  • Planejar, desenvolver e avaliar os processos de ensino e de aprendizagem em Matemática para os ensinos Fundamental e Médio;
  • Tratar e avaliar a informação física, utilizando procedimentos gráficos, matemático-estatísticos, de processamento digital e de sistema de informação matemática;
  • Dominar estratégias para transposição didática do conhecimento da Matemática em saber escolar na Educação Básica.

 

6.FORMA DE ACESSO CURSO
O ingresso de alunos aos cursos oferecidos pelo IFPA está condicionado a três possibilidades conforme a Organização Didática em vigor, Art. 10:
 
a) A partir de 2009 as vagas são ofertadas em sua totalidade através do SISU (Sistema de Seleção Unificada) com aproveitamento da nota do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio). Em 2012 o IFPA campus Belém passou a trabalhar com ações afirmativas procedendo-se da seguinte forma: 50% para Candidatos que tenham cursado integralmente o ensino fundamental e médio em escolas públicas, 10% para Candidatos com deficiência; 10% para Candidatos autodeclarados negros (afrodescendentes) que tenham cursado integralmente o ensino médio em instituições públicas de ensino; 30% para Candidatos inscritos em Programas do Governo Federal (BOLSA FAMÍLIA).
b) Através de processo seletivo especial de vagas ociosas (Vestibulinho) ocorrido anualmente após diagnose feita pela Coordenação do Curso para disponibilização das vagas;
c) Transferência de outra instituição ou em decorrência de Convênio, Intercâmbio ou Acordo Cultural.
As vagas para o Curso de Matemática - Licenciatura deverá ser ofertada anualmente, em entrada única, para o preenchimento de 40 (quarenta) vagas.

 

7.ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

Grade de 2007

1° SEMESTRE
2° SEMESTRE
Disciplinas

C.H.Semanal

C.H. Total
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Química-Metodologia e Prática 02 40

Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento

03 60
Física-Metodologia e Prática 02 40 Língua Portuguesa 02 40

Educação para Relação Étnico-Raciais

02 40 Fundamentos da Matemática II 03 60
Metodologia da Pesquisa Científica I 02 40 Matemática-Metodologia e Prática II 03 60
Matemática-Metodologia e Prática I 03 60 Cálculo Diferencial e Integral II 04 80
Cálculo Diferencial e Integral I 04 80 Geometria para o Ensino Médio 03 60
Geometria para o Ensino Fundamental 02 40 Introdução a Lógica 03 60
Vivência da Prática Educativa I (1) 02 40 Vivência da Prática Educativa II (1) 02 40
Fundamentos da Matemática I 03 60      
TOTAL 22 440
TOTAL 23 460
(1) São 40h em sala de aula + 40h distribuídas conforme o plano de curso (1) São 40h em sala de aula + 40h distribuídas conforme o plano de curso
3° SEMESTRE 4° SEMESTRE
Disciplinas C.H. Semanal C.H. Total
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Educação Especial 04 80 Didática 03 60
Filosofia das Ciências 02 40 Compreensão da Função Social da Escola 02 40
Estatística 02 40 Análise Combinatória e Probabilidade 03 60
Geometria Analítica e Vetorial 03 60 Álgebra Linear I 03 60
Cálculo Diferencial e Integral III 04 80 Cálculo Diferencial e Integral IV 04 80
Desenho Geométrico 03 60 Vivência da prática Educativa IV (*) 02 40
Modelagem Matemática no Ensino de Ciências 03 60      
Vivência da Prática Educativa III (1) 02 40      
TOTAL 23 460 TOTAL 17 340
(1) São 40h em sala de aula + 160h distribuídas conforme o plano de curso (*) São 40h em sala de aula + 160h distribuídas conforme o plano de curso    
5º SEMESTRE 6º SEMESTRE
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Legislação e Diretrizes Educacionais 02 40 Optativa I 03 60
Álgebra 03 60 Optativa II 03 60
Teoria dos Números 03 60 História da Matemática 02 40
Métodos Computacionais 03 60 Cultura e Ética Profissional 02 40
Álgebra Linear II 03 60 Cálculo Numérico 03 60
Vivência da Prática Educativa V (1) 02 40 Metodologia da Pesquisa Científica II 02 40
      Vivência da Prática Educativa (1) 02 40
TOTAL 16 320 TOTAL
17 340
(1) São 40h em sala de aula + 180h distribuídas conforme o plano de curso (1) São 40h em sala de aula + 180h distribuídas conforme o plano de curso
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Introdução à Análise Real 03 60
Educação de Jovens e Adultos 03 60
Matemática Financeira 03 60
Língua Estrangeira (Inglês/Espanhol) 03 60
O Curso está composto de um total de 3120 horas, incluídas 1000 horas de prática educativa

 

 

Grade de 2009

1° SEMESTRE
2° SEMESTRE
Disciplinas

C.H.Semanal

C.H. Total
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Química-Metodologia e Prática 02 40

Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento

03 60
Física-Metodologia e Prática 02 40 Língua Portuguesa 02 40

Educação para Relação Étnico-Raciais

02 40 Fundamentos da Matemática II 03 60
Metodologia da Pesquisa Científica I 02 40 Matemática-Metodologia e Prática II 03 60
Matemática-Metodologia e Prática I 03 60 Cálculo Diferencial e Integral II 04 80
Cálculo Diferencial e Integral I 04 80 Geometria para o Ensino Médio 03 60
Geometria para o Ensino Fundamental 02 40 Introdução a Lógica 03 60
Vivência da Prática Educativa I (1) 02 40 Vivência da Prática Educativa II (1) 02 40
Fundamentos da Matemática I 03 60      
TOTAL 22 440
TOTAL 23 460
(1) São 40h em sala de aula + 20h distribuídas conforme o plano de curso (1) São 40h em sala de aula + 60h distribuídas conforme o plano de curso
3° SEMESTRE 4° SEMESTRE
Disciplinas C.H. Semanal C.H. Total
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Educação Especial 03 60 Didática 03 60
Filosofia das Ciências 02 40 Compreensão da Função Social da Escola 02 40
Estatística 02 40 Análise Combinatória e Probabilidade 03 60
Geometria Analítica e Vetorial 03 60 Álgebra Linear I 03 60
Cálculo Diferencial e Integral III 04 80 Cálculo Diferencial e Integral IV 04 80
Desenho Geométrico 03 60 Vivência da prática Educativa IV (*) 02 40
Modelagem Matemática no Ensino de Ciências 03 60 Introdução a Libras 02 40
Vivência da Prática Educativa III (1) 02 40      
TOTAL 22 440 TOTAL 17 380
(1) São 40h em sala de aula + 170h distribuídas conforme o plano de curso (*) São 40h em sala de aula + 170h distribuídas conforme o plano de curso    
5º SEMESTRE 6º SEMESTRE
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Legislação e Diretrizes Educacionais 02 40 Optativa I 03 60
Álgebra 03 60 Optativa II 03 60
Teoria dos Números 03 60 História da Matemática 02 40
Métodos Computacionais 03 60 Cultura e Ética Profissional 02 40
Álgebra Linear II 03 60 Cálculo Numérico 03 60
Vivência na Prática Educativa V (1) 02 40 Metodologia da Pesquisa Científica II 02 40
      Vivência na Prática Educativa (1) 02 40
TOTAL 16 320 TOTAL
17 340
(1) São 40h em sala de aula + 170h distribuídas conforme o plano de curso (1) São 40h em sala de aula + 170h distribuídas conforme o plano de curso
Disciplinas C.H. Semanal
C.H. Total
Introdução à Análise Real 03 60
Educação de Jovens e Adultos 03 60
Matemática Financeira 03 60
Língua Estrangeira (Inglês/Espanhol) 03 60
O Curso está composto de um total de 3140 horas, incluídas 1000 horas de prática educativa

 

 

8.CORPO DOCENTE

 

Docente Titulação Docente Titulação
Joaquim Clemente da Silva Filho Mestrado Flávio Nazareno Araújo Mesquita Mestrado
José Carlos de Moraes Guedes Mestrado Fernando Cardoso Matos Mestrado
Maria Lúcia Pessoa Chaves Rocha Doutorado Glauco Lira Pereira Mestrado
Antônia Edna Rodrigues Silva Mestrado João Carlos de Jesus Gomes da Silva Mestrado
Rita Sidmar Alencar Gil Mestrado Marco Antônio de Oliveira Freitas Mestrado
Raimundo Neves de Souza Mestrado Patrícia Feitosa Santos Mestrado
Raimundo Otoni Melo Figueiredo Mestrado Paulo Roberto Sousa David Mestrado
Edson Costa Cruz Mestrado Paulo Sérgio Rabelo de Souza Mestrado

 

>>>>> EMENTÁRIO DO CURSO <<<<<

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página